Padre Marcos Aurélio é preso novamente suspeito de abusar sexualmente de um jovem

(0) Comentários

https://jft.news/ntxEi

Padre Marcos Aurélio é preso novamente suspeito de abusar sexualmente de um jovem
Padre Marcos Aurélio Costa da Silva — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Compartilhe


O padre Marco Aurélio Costa da Silva foi preso no começo da noite desta segunda-feira (26) em Palmas suspeito de abusar sexualmente de um jovem de 18 anos. O rapaz, que é natural de Pernambuco, disse à Polícia Civil que veio ao Tocantins atraído pela promessa de uma carta de indicação para o seminário. O padre teria dito que a carta só seria válida se assinada de próprio punho e convencido o rapaz a fazer a viagem.

A vítima contou que era mantida em cárcere privado desde a última quinta-feira (22). Ele afirma que o padre tentou embebedá-lo na primeira noite e forçou relações enquanto ele estava preso no apartamento. O rapaz afirma que só conseguiu fugir após o padre esquecer a chave na porta.

Marco Aurélio Costa da Silva já tinha sido preso em 2015 suspeito de mostrar pornografia para um adolescente de 16 anos em Gurupi, sul do estado. Ele foi liberado alguns dias depois e estava suspenso das atividades da igreja, de acordo com a Diocese de Porto Nacional, desde 2018.

A Diocese repudiou ainda quaisquer atos que violem a integridade humana e se colocou a disposição da vítima. Disse ainda que deixa o caso nas mãos da Justiça.

O padre foi abordado pela equipe da TV Anhanguera saída da delegacia de plantão para o presídio, mas não quis dar declarações.

O rapaz apresentou ao delegado uma série de mensagens trocadas nas redes sociais entre ele o padre. No boletim de ocorrência o caso foi registrado como estupro e tráfico de pessoas.

Em nota, a Diocese repudia o caso e disse que o padre estava afastado das atividades desde do dia 10 de julho de 2018 confirmada pela Congregação para a Doutrina da Fé, leia abaixo a nota na íntegra:

Tendo em vista as recentes notícias sobre a prisão de Marcos Aurélio Costa da Silva, sacerdote desta Igreja Particular de Porto Nacional, cumpre-me informar que o referido Sacerdote encontra-se suspenso de Ordem desde o dia 10 de julho de 2018, em sentença confirmada pela Congregação para a Doutrina da Fé. O Sacerdote já não desempenhava nenhum tipo de atividade vinculada a esta Diocese, e encontrava-se aguardando o cumprimento de sua sentença. Nós, da Diocese de Porto Nacional repudiamos quaisquer tipos de atos que viole a integridade humana e colocamo-nos em atitude de compaixão para com a pessoa envolvida nesse caso. Deixamos nas mãos da justiça a conclusão deste caso.

Contamos com as orações de todos.

Nossa Senhora das Mercês, rogai por nós!


Fonte: G1/TO

Tags : Padre, Marcos Aurélio, abuso sexual.

Ao clicar em "comentar", você declara que leu, entendeu e concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Back to Top