Conheça o projeto 'SIM' que pode beneficiar os pequenos produtores de Filadélfia

(0) Comentários

https://jft.news/14x8c

Conheça o projeto 'SIM' que pode beneficiar os pequenos produtores de Filadélfia
Foto: Divulgação/Ascom Joãozinho

Compartilhe


O vereador Joãozinho da Ambulância (PPL) pediu ao prefeito Mizô Alencar (MDB) a criação do Selo de Inspeção Municipal (SIM) e teve sua solicitação atendida. O vereador comemorou e disse que é um projeto muito bom, que irá incentivar os pequenos produtores do município a produzir suas mercadorias e vender para os comércios locais e até mesmo exportar.

Esse projeto trata-se se da lei n° 980 criada em 26 de fevereiro de 2015 de autoria do então vereador na época, Sr. Mário Punca, na gestão do ex-prefeito Edenilson da Beleu. Desde que foi criada, a mesma nunca saiu do papel. O vereador fez um expediente indicatório n° 037/2019 pedindo a execução do projeto e o prefeito Mizô acatou.

Como funciona esse projeto? De acordo com o vereador, o prefeito Mizô Alencar (MDB) deve contratar o médico sanitário e os técnicos de inspeção. Através da vigilância sanitária, eles irão inspecionar produtos e irão da um parecer se aquele produto pode ser vendido ou não em qualquer comércio. Seja local ou fora de Filadélfia.

Em caso de sucesso, o produtor ganhará o selo SIM. O projeto visa incentivar os pequenos produtores da região a crescer, tendo em vista que nas terras do município de Filadélfia tem uma grande diversidade de frutas naturais nas matas, brejos e nos cerrados, sendo a maior do estado.

O selo servirá tanto para quem produz frutas e também para quem pode produzir carne de gado, frango e porco, leite e entre outros derivados. Isso irá aumentar também o 'compra direta', onde a prefeitura receberá recursos e pode comprar produtos para as escolas e entre outras áreas, movimentando a economia do município.

imagem
Foto: Divulgação/Ascom Joãozinho

imagem
Foto: Divulgação/Ascom Joãozinho

Tags : Joãozinho da Ambulância, projeto SIM, mercado, produtores, agricultura, comércio, Filadélfia, Barraria, economia.

Ao clicar em "comentar", você declara que leu, entendeu e concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Subir para o topo